Corá volta a cobrar da Bancada Federal criação de Lei proibindo queima de maquinários nas Operações ambientais em RO

por Claudinei Sorce publicado 23/11/2022 12h30, última modificação 23/11/2022 12h30

 

Ao usar a Tribuna da Câmara Municipal de Cacoal durante a Sessão Ordinária realizada nessa segunda-feira (21) no Teatro Cacilda Becker, o vereador Valdomiro Corá (Corazinho/MDB) voltou a solicitar à Mesa Diretora que encaminhe novo ofício à Bancada Federal de Rondônia, pedindo a elaboração de uma Lei que determine a proibição e inutilização de bens particulares apreendidos nas Operações e fiscalizações ambientais no estado.

 

A reivindicação do parlamentar é antiga. Na opinião dele, ao invés de autorizar a queima de maquinários, - a exemplo das cerca de 121 dragas de Garimpo queimadas no Rio Madeira durante a última Operação realizada por agentes fiscais do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) em conjunto com a Polícia Federal (PF) e demais órgãos de segurança -, os deputados federais e senadores que representam Rondônia na esfera nacional, precisam criar urgentemente, uma Lei que proíba este tipo de ação, autorize a apreensão, e trate sobre a regulamentação da atividade garimpeira, gerando arrecadação, emprego e renda, além da atuação de forma legal, e não uma ação abusiva, que apenas destrói maquinários e equipamentos, sem nenhum direito a defesa.

 

"Sempre fui contrário à esta medida, não sou contra o desmatamento ilegal, mas é importante não prejudicar quem está trabalhando", reforça o vereador, que sempre se posicionou contrário à marginalização da atividade garimpeira, e de outros trabalhadores que se dedicam arduamente no dia a dia na propriedade rural para garantir o pão na mesa de todos, mas sofre perseguições.

 

Assessoria do vereador